DigitalStone

 

Título do Projeto | digitalSTONE – Direct Digital Manufacturing Approach for Mass Production of Tailored STONE Based High Value Products

 

Designação do projeto | Projetos de I&DT empresas em copromoção

 

Código do Projeto | POCI-01-0247-FEDER-039929

 

Objetivo Principal | Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação

 

Região de Intervenção | Centro  

 

Beneficiário – Promotor Líder | MVC – MÁRMORES DE ALCOBAÇA, LDA

 

Beneficiário–Copromotores |
| HRV – EQUIPAMENTOS DE PROCESSO S.A.
| TAKENET, UNIPESSOAL LDA
| CDRSP-IPL – Instituto Politécnico de Leiria
| Instituto Superior Técnico

 

Data de aprovação | 2019-05-10

 

Data de início | 2019-08-01

 

Data de conclusão | 2022-07-31, prorrogado para 2023-01-31

 

Custo total elegível | 1.224.370,11€

 

Apoio financeiro da União Europeia |   FEDER – 761.532,36€

 

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

 

O projeto digital.STONE visa desenvolver não só um processo de valorização destinado a recuperar lamas residuais do setor de extração/transformação de pedra natural como uma linha de produção de peças diferenciadas por fabrico aditivo.

 

O projeto coloca em prática uma estratégia que assenta na lógica de “cadeia curta de produção e fornecimento”, engaja o fornecedor de matérias-primas e o produtor de peças com base em pó de pedra, num círculo virtuoso, permitindo a reentrada de um resíduo (lama de pó de pedra) no fabrico aditivo de peças, reduzindo a deposição em aterro e o consumo de recursos naturais.

 

Atualmente as lamas de pó de pedra são consideradas um resíduo e logo um problema a ser resolvido, a abordagem proposta no presente projeto pretende a sua reinterpretação enquanto subproduto e consequente valorização, acredita-se que se adequadamente tratadas e valorizadas, como matérias-primas “secundárias”, podem ser reintroduzidas no processo inovador de impressão em 3D, integrando o conceito de fabrico aditivo contínuo para produção em massa e altamente personalizada permitindo formas e novos designs que de outra forma não são possíveis.

 

Inerente ao projeto está a valorização ambiental, pelo reaproveitamento de resíduos, a valorização económica, pela sua reintegração na cadeia produtiva e inerentes consequências positivas para a região e economia local.